sábado, 21 de julho de 2012

Piet Mondrian releitura em Mosaico

Piet Mondrian foi um pintor Holandês modernista. Essa fase de sua obra, a mais popularmente difundida, se caracteriza por pinturas cujas estruturas são definidas por linhas pretas ortogonais. Essas linhas definem espaços que se relacionam de diferentes modos com os limites da pintura, e que podem ou não serem preenchidos com uma cor primária: amarelo, azul e vermelho, decisão que mostra sua estreita relação com as teorias estéticas da Bauhaus e da Escola de Ulm, e que definem pesos visuais diferentes para esses espaços. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Inspirado na obra desse renomado artista a Confraria do Mosaico realiza seu primeiro trabalho. Dois foram os projetos apresentados e a cliente Claudia Mancio fez sua escolha. Em setembro de 2011 uma releitura de Mondrian serve de inspiração para a restauração de uma bela mesa de centro.
Acompanhe agora o passo a passo incluindo os projetos. Acima o projeto escolhido.


Mesa antes de iniciar o processo de restauração.


Processo de colagem das peças.






Projetos: Andréa Bongiorni
Execução: Andréa Bongiorni e Gessamine Dieguez

Cliente Claudia Mancio recebendo sua mesa inspirada na obra do artista Piet Mondrian.

4 comentários:

  1. Queridas Andréa, Gessamine, Cláudia: parabéns pelo belo trabalho, principalmente pelo modo como zelam pelo espaço escolar, pela valorização das artes na formação das crianças e jovens estudantes da EMEF Neusa Brizola.

    As experimentações artísticas movem-nos em todos aspectos do ser: sensível, cognitivo, emocional, racional, espiritual... envolve conhecimentos matemáticos, históricos, científicos, culturais... vocês bem sabem o potencial das artes e o demonstram exemplarmente no trabalho que realizam na escola, junto aos estudantes. Parabéns!

    Cida Aliano

    ResponderExcluir
  2. Esta mesa é uma das peças mais lindas que a Confraria produziu! Parabéns!!!

    ResponderExcluir